JULHO AMARELO

Ministra Nísia Trindade inaugura novo prédio da seção de Hepatologia do Instituto Evandro Chagas

09/07/2024

O Instituto Evandro Chagas (IEC), instituição de ciência e tecnologia vinculada à Secretaria de Vigilância em Saúde e Ambiente (SVSA), do Ministério da Saúde, realiza, nesta terça-feira (9), a cerimônia de inauguração do novo prédio da seção de Hepatologia, no campus de Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém (PA). O evento terá a presença da ministra da Saúde, Nísia Trindade, e da secretária de Vigilância em Saúde e Ambiente, Ethel Maciel. O descerramento da placa acontecerá no auditório da seção.

O novo prédio, cujo investimento foi da ordem de R$ 7,9 milhões, possui toda a infraestrutura necessária para promover o avanço das pesquisas na área da Hepatologia, contribuindo para a expansão da capacidade laboratorial e para o atendimento das necessidades estratégicas do Ministério da Saúde em relação às hepatites. A entrega das novas instalações contribui para o aumento da quantidade e qualidade das pesquisas em relação às doenças determinadas socialmente, a exemplo das hepatites virais. Com isso, o IEC:

  • Amplia o diagnóstico para hepatites virais e atendimento de populações da região Amazônica brasileira, entre elas as comunidades indígenas, quilombolas (Acará, Ananindeua, Cachoeira do Piriá, Mocajuba e Salvaterra) e ribeirinhas (Mocajuba e Melgaço e Boca do Acre, no Amazonas);
  • Atua no desenvolvimento de novos protocolos para diagnóstico e prognóstico de doenças relacionadas ao fígado e insumos para diagnósticos;
  • Aumenta a capacidade de estudos de novos biomarcadores para prognóstico a fim de antever o hepatocarcinoma;
  • Trabalha na pesquisa de novos biofármacos para doenças infecciosas e parasitárias;
  • Atende a novos projetos com a ampliação de parcerias com outras instituições para oferecimento de serviços relacionados à microscopia eletrônica;
  • Todos esses incrementos compõem as soluções estratégias para o atendimento da população por meio do SUS. 

Segundo a chefe substituta da seção de Hepatologia, Vânia Sarmento, com a nova estrutura, o Instituto Evandro Chagas pode atuar efetivamente no diagnóstico molecular de pelo menos 3.000 amostras por mês. Hoje, o IEC atua como apoio ao diagnóstico laboratorial de pelo menos 7 estados amazônicos e de todos os estados do nordeste.

Três décadas de estudos sobre hepatites

O evento de inauguração também coincide com a data de celebração dos 30 anos de atuação da Seção de Hepatologia do IEC que, desde a sua criação, é referência laboratorial em hepatites virais para a Região Amazônica e parte da Região Nordeste. Além disso, coincide com o centenário de nascimento da pesquisadora Gilberta Bensabath, condutora de estudos que mudaram o curso da ciência sobre as hepatites virais. 

Julho Amarelo

Com o objetivo de alertar a população sobre a importância de conhecer, prevenir, testar e tratar as hepatites virais, o Ministério da Saúde promove uma série de ações para dar visibilidade à campanha Julho Amarelo.

Nesta segunda-feira (8), foi realizado o “II Seminário Diálogos para a eliminação das hepatites B e C: o caminho para eliminação e ações nos territórios”. Além disso, webinários estão programados para incluir entidades parceiras e organizações da sociedade civil na discussão sobre o tema.

Serviço:

Cerimônia de inauguração do novo prédio da Seção de Hepatologia do Instituto Evandro Chagas
Data: 9 de julho
Local: Auditório da Seção de Hepatologia do Instituto Evandro Chagas, Ananindeua/PA.
Horário: 14h 

Acompanhe a transmissão

Fonte:Ministério da Saúde